Postagens

Um ano de Esther

Imagem
Oi, Esther. Faltam 10 minutos pro dia 22 e eu ainda não consegui te escrever porque eu estou brincando com você. Você me encontrou agora no escritório, levantou se apoiando nas minhas pernas, me olhou com seu olhar meigo, me deu um sorrisinho discreto e apontou pro computador. Cena descrita, agora vou ficar com você. Há um ano, filha, você estava chegando pros meus braços, na tal casa verde, na água. Você veio me ajudar a concretizar um sonho e a tornar a realidade ainda mais interessante. Foi um ano difícil, mas lindo. Eu amo você na minha vida, na nossa família. Você nos trouxe mais dengo, tanta doçura.
(Uma hora e meia depois, muita brincadeira, carinho na barriga, um pouco de choro também, muita ninada e nada de você dormir…)
Round II

Ma petite, você é uma garota comilona, observadora, cautelosa, às vezes bastante assustada. Um tanto brabinha também. Amo sua carinha concentrada, com a testa franzida analisando um novo objeto, tirando e colocando incansavelmente os objetos de uma cai…

Elias e seus desejados 4 anos

Imagem
Oi, Elias. Eu de novo. Gostei da ideia de uma vez por ano (pelo menos) te escrever. E visto seu interesse pela leitura, imagino que logo você poderá ler sozinho as palavras cheias de amor dessa mãe apaixonada que você tem.  Paixão ardida mesmo. Pelo menos uma vez por dia olho pra você e suspiro, o peito cheio de ar e amor. Sinto tanto orgulho do ser que você é e tanta curiosidade quanto ao que você ainda vai se tornar. Talvez toda mãe sinta isso, mas ao te ver tenho a impressão bem forte de que o mundo é um lugar melhor com você nele. Você sabe amar tão bem, de maneira tão generosa e sensível. Esther é privilegiada em te ter como irmão. Quem vive com você é presenteado com seu carinho e sua alegria.  Eu te vi passar por tanta coisa esse ano: nascimento da irmãzinha, ida à escola, primeira mentira contada, muitos questionamentos, muitas quedas, alguns enfrentamentos. Você aprendeu a somar, a correr de um agressor, a dar xau mesmo triste com a partida, a se vestir, tomar banho, prepara…

Relato de parto II - amor rima com raiva

Imagem
Quase meia-noite e finalmente a pequena dormiu. Vou aproveitar o dom de perder o sono assim que ela dorme apesar de ter passado as últimas 2 horas caindo de sono torcendo pra ela dormir. Bom, eu me sinto mesmo devendo tanta coisa a ela. Tenho medo de ela no futuro comparar a quantidade de textos e vídeos dela e de Elias e concluir erroneamente que a amo menos. Ah, Esther, é um amor tão gigante que sinto por você. Tão transbordante, tão asfixiante, tão vital, tão intrínseco a quem eu sou quanto o que eu sinto pelo seu irmão mais velho. Mas é que a realidade atual é tão diferente. Tão mais difícil ter uns minutos pra pensar em você ou em Elias, pois eu estou sempre com um de vocês. E isso não torna nem um pouco esse momento pior, muito pelo contrário. Eu não estou me queixando, estou só explicando porque tem tão menos registro desses seus primeiros meses. E pra preencher uma certa lacuna, hoje resolvi sacrificar um tanto do pouco tempo de sono pra finalmente (quase 9 meses depois) concl…

Meus 29 anos

Imagem
Dia 19 completei 29 voltas em torno do sol. Esse ano ganhei 2 presentões de aniversário. O primeiro, foi um joguinho feito pelo marido, especialmente pra mim! O joguinho consiste em ir dando coisinhas pra cada um dos 4 membros da nossa família e se ganha quando todos estiverem com o tanque do amor cheio. Quem quiser jogar, ele tá aqui: https://cafezinhobrasil.com/family-love-tanks/
Meu tanque do amor tá cheinho até hoje :) Um outro presente maravilhoso foi a visita de Cássia. Foram apenas 4 dias, mas bem intensos, de renovações dos laços, risos e dengo. E também muitos presentes pras crianças, comida, trilha e até uma festa de aniversário pra mim.










A trilha que fizemos foi até a cachoeira do Chá. Fica a 1h30 ao sul de Sorocaba. Ficamos com preguiça de manhã e acabamos hesitando tanto que saímos tarde de casa, num dia chuvoso e Pedro percebeu no meio do caminho que tinha esquecido a carteira em casa. Esse passeio tava dando indicações de que não ia dar muito certo. Mas a companhia era boa…

Relato de parto - parte I - A espera

Imagem
Quase 9 horas da manhã e a casa dorme, mas não por muito tempo. Esther faz uns sonzinhos gostosos do meu lado. Começo esse relato de parto com a certeza de que terei que terminar em outro momento e sem saber quando esse momento chegará. E isso me trava. Não sei por onde começar. A data prevista pro parto de Esther era 16 de novembro. No dia 9 tive as primeiras contrações de treinamento (a barriga fica bem rígida, mas não se sente dor). Depois não tive mais nada até a noite do dia 16, quando comecei a sentir cólicas irregulares e fracas. Fui dormir achando que seria no dia seguinte, mas… acordei sem sentir mais nada além de frustração. Mas enchemos a piscina cheios de expectativa. Às 10h30 do dia 20 a bolsa estourou. Era uma domingo e eu quase tinha ido à igreja. Imagina que vexame. Uma das enfermeiras veio em casa me examinar. Estava tudo certinho. Líquido claro, Esther com os batimentos como deviam, cabeça encaixada. Passei o dia com cólicas. À noite, dormi entre contrações dolorosas…

3 anos de Elias - meus votos

Imagem
Oi, Elias.
Hoje eu queria te fazer um poema. Ou uma música. Mas nem bolo eu vou fazer. E o melhor é que eu não preciso fazer muito pra te deixar satisfeito. Você me faz sentir a melhor mãe do mundo, apesar do meu medo de falhar. Hoje você completa 3 anos. Eu acho tudo em você perfeitinho, até seu dente quebrado, suas sobrancelhas levantadas e seus ossinhos aparentes que não deixam perceber quão comilão você é. Nesse momento da sua vida, você curte carros, Lego, Minecraft, andar de bicicleta, contar histórias e ver desenho. Você gosta de comer frutas, queijo, bolacha com maionese e rosquinhas. Você gosta de outras coisas também, claro, mas acho que essas resumem bem seus gostos atuais. Você se interessa muito por números, letras, línguas (francês e inglês), astronomia. Quase tudo o que você pega vira um foguete pra viajar pra lua, Marte, Júpiter. Você está obstinado em aprender a usar a tesoura, adora cozinhar comigo e vai ao banheiro praticamente sozinho. Você está na famosa fase dos …

It's a girl!

Imagem
Segunda gravidez. Dessa vez, por já estar preparada, estava mais tolerante com os pequenos comentários que tanto tinham me chateado na gestação de Elias. Passei até a considerar alguns dos meus incômodos fruto de impaciência gratuita da minha parte. O que não quer dizer que não tenha havido outros, novos e intrínsecos à segunda gestação. A maior questão é sem dúvida com relação ao sexo do bebê. Senti-me cansada e intrigada com a torcida praticamente unânime pra que fosse uma menina só porque eu já tinha um menino. Eu não consigo entender essa importância toda dada ao sexo da criança. Perturba-me pensar que o bebê ainda no ventre da mãe carrega em seus ombros um monte de expectativas da sociedade e que boa parte destas são ditadas por um simples cromossomo. A maior parte do tempo, eu simplesmente nem pensava no sexo que essa criança teria (embora não possa deixar de mencionar que na primeira gravidez eu morri de ansiedade pra ter essa informação). Nessas últimas semanas, porém, acabei …