Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Declaração amoroso-linguística

Imagem
Em francês sogro se diz "beau-père" e sogra, "belle-mère". Quer dizer "belo pai" e "bela mae". Era assim que se chamava as pessoas amadas na Idade Média, testemunhando assim do amor que se sentia pelos pais do seu cônjuge. Chamava-se a própria mãe assim. E nessa mesma época o sufixo -astre (que deu -asta em português) de "marastre", "parastre" tornou-se pejorativo. É o mesmo sufixo de "pederasta", por exemplo. Todo esse blá-blá de francês histórico pra dizer que não é à toa que chamo meu sogro e minha sogra, pais queridos do homem que amo, Sogrão e Sogrinha. "Sogro" e "sogra" tornou-se pejorativo demais e se eu os chamasse de "belo pai" e "bela mãe" soaria um tanto excêntrico. Um espírito pragmático diria para chamá-los de Jether e Valéria, como os próprios filhos os chamam. Mas eu aprendi a chamar Cícero Cabral de pai e Auricéia Costa de mãe. É uma maneira de afirmar o afeto …

Diário de gravidez

Imagem
Como percebi que a mulherada da família gosta de diários de gravidez, resolvi postar aqui as primeiras linhas que escrevi, ainda em 4 de fevereiro, quando ninguém sabiada gravidez.
Recife, noite quente de um verão escaldante; aqui começa esse segundo diário de gravidez. Será nosso primeiro filho, a primeira gravidez tendo durado apenas uma semaninha. Essa parte já está registrada num arquivo não muito alegre. Gravidez mais ou menos planejada. Decidimos que o momento “perfeito”, considerando a viagem de cunho acadêmico que devo fazer em julho para a França, seria março. Mas também vimos que engravidar em janeiro não seria um problema em si. Mas esse era realmente o limite; se engravidasse em dezembro, teria problemas pra voltar de avião em julho. 
Já ansiosa, sabendo da possibilidade de estar grávida, no segundo dia de atraso da menstruação (domingo, dia 3 de fevereiro) fiz um teste de farmácia. Teste o qual já havia comprado quase duas semanas antes. Acordei com vontade de fazer xixi à…

Diário de gravidez

Imagem
Quase meia-noite. Estreio a caneca que ganhei de Bernardo como presente de aniversário. "Mãe: sempre o melhor colinho" diz ela e traz o desenho de uma barriga de grávida. Bebo chá quente de boldo-do-chile no calor de Recife não pelo sabor, mas pela necessidade em tentar aliviar uma dor de estômago que me impede de dormir. E escrevo para me distrair enquanto a dor vem, atinge seu apogeu e vai se afastando devagar, dando xauzinho e dizendo até bem breve.  Azia e náusea marcaram presença no primeiro trimestre da gravidez. Algum vômito, dois ou três dramins e muito sono. Um sono irresistível. Recobrada uma parte da disposição e com raros e leves enjoos, retomo a divisão dos afazeres domésticos, até então nas mãos cuidadosas de Bernardo. Difícil é querer me ocupar com algo que não seja relacionado à gravidez. Estou lendo o livro "O que esperar quando você está esperando", um best-seller americano sobre gravidez, no lugar de ler para o mestrado. Tenho acompanhado blogs,…

Sob o céu de Tacaratu

Imagem
Você sabe onde fica Tacaratu? Sabe quem mora por lá? O que se encontra nessa cidade? Nós nunca tínhamos ouvido falar dessa cidade perdida no Polígono das Secas, quando no dia 25 de dezembro do ano passado, o pastor da igreja e um casal de coração missionário disseram que iriam no dia seguinte visitar a missão batista dessa cidade. Percebendo nosso interesse e conhecendo nosso espírito aventureiro, disseram que havia dois lugares no carro e que estávamos convidados. Não pudemos resistir!
No dia seguinte acordamos cedinho e fomos encontrar nossos companheiros de viagem. No volante, o piloto de fuga Lyncoln Araújo. Ao seu lado a corajosa esposa Mariluce Araújo. Atrás, os bagunceiros de plantão: o Pastor Marcelo Ximenes, Bernardo e eu. Conversas riquíssimas sobre teologia, física, teoria da cognição e muito mais temperaram as 12 horas de viagem, contando a ida e a volta. A estrada era péssima, mas o bom humor desviava dos buracos. A paisagem estava muito seca até o contraste com o imenso…

Grávidas também viajam - Pipa!

Imagem
Depois de alguns meses sem viajar, comecei a me sentir sufocada em Recife. Eu precisava urgentemente pegar a estrada em direção a um lugar completamente novo. Assim, no feriado da Páscoa, pegamos a moto, os 250 reais que tínhamos, fizemos uns sanduíches e partimos sem planejamento maior. Sabíamos apenas que iríamos na direção Norte até Goianinha e lá seguir placas a intuição até a praia de Pipa que tanto permeou meu imaginário.  A estrada é ótima e a viagem foi agradável. Paramos a cada hora pra alongar, beber água, fazer um lanchinho quando necessário. Quase chegando, eu falei pra Bernardo: Incrível como esta viagem está tranquila! Não teve engarrafamento. Não senti medo, como costumo sentir de moto em Recife. Não houve estresse. Mas faltando 15 km para chegarmos à praia de Pipa... a moto engasga e pára. Gasolina! Bernardo fala com um rapaz que passa de moto. Este, fala com um moleque que passa numa motoquinha. E eles nos vendem o litro de gasolina mais caro que já compramos. Mas fi…

Primeiro presente do baby

Imagem
É, tia Nana é mesmo visionária! :)

Primeira ultrassonografia

Imagem
A primeira ultrassonografia é um momento bastante esperado. Expectativa de ver o bebê, ouvir seu coração, confirmar que tudo está no lugar em que deveria. Você pesquisa na Internet onde se faz e qual laboratório aceita seu plano, encontra um perto de casa e liga para agendar. A resposta é:
"O atendimento para ultrassom é de 7 às 8 da manhã e das 12 às 14, por ordem de chegada."
Desconsiderando os aspectos socio-culturais compartilhados, como você interpreta isso? Como você organiza o seu dia? Os que já conhecem bem o sistema perdoarão a minha inocência, mas pensei que indo às 7 horas da manhã, seria atendida às 8 horas, no máximo. Saí de casa, numa bela sexta-feira, o único dia da semana que tenho pra dormir até mais tarde, e cheguei no laboratório às 7h07. E ele já estava lotado. Peguei a senha e esperei. Em pé. Depois corri pra pegar o lugar de alguém que foi ser atendido. Esperamos, Bernardo e eu. Cochilamos. Conversamos. Ele preencheu um questionário do IBOPE. Eu ouvi a…

Presente de Deus

Imagem
Assumindo um novo papel no espetáculo da vida.



E novo personagem entrando em cena pra animar ainda mais cada episódio. Seja bem-vindo, pequeno ser intra-uterino!